Wednesday, November 22, 2006

A Infelicidade

Infelicidade? O que é isso? Algo que se coma? Algum jogo de computadores? Não! A infelicidade é o contrário de felicidade e de alegria, é o inverso de amizade e de amigos, é o oposto de brincar e amar, é o contrário de rir e sorrir. A infelicidade pode ser sinónimo de tristeza, sinónimo de rejeição, de solidão e de discriminação.
Quer queiramos, quer não, a infelicidade acompanha-nos ao longo da vida, desde que nascemos até morrermos, vivemos e vivemos e haverá sempre algo que nos fará infelizes, algo que nos tirará o sorriso da cara, por isso, a infelicidade é uma constante da vida, seja em que lugar for, em que altura for, existirá sempre. Muitas pessoas podem pensar: "Eu sou feliz, sempre fui feliz e sempre serei feliz". Mentira! Quem afirma isto, está a enganar-se a si próprio, ninguém é sempre feliz, nem quem ganhe o Euro Milhões pode dizer que é feliz, pelo menos, segundo um ditado popular O dinheiro não traz felicidade, e, se virmos, por mais rica que uma pessoa possa ser, não tendo amigos, não tendo amor, se estiver sozinho não pode afirmar que é feliz, nem sequer pode considerar que tem uma vida, porque quem vive ama, quem vive socializa, quem vive não vive sozinho. Segundo a minha opinião, é preferível ter mil amigos, de preferência amigos verdadeiros, amigos de confiança, amigos que são amigos, do que ter a maior fortuna do mundo, porque o maior tesouro para qualquer pessoa e, até mesmo, para o mundo são as pessoas, elas são a vida! Por isto considero que a minha maior fortuna são os meus amigos, a minha família e até os meus cães, sim os meus cães, afinal de contas também são seres vivos e têm sentimentos e, de uma coisa tenho a certeza ... posso confiar mais neles do que em muita gente, se lhes confidenciar algo, não se vão "chibar" a ninguém.
Na minha sincera opinião, a infelicidade é má para os sentimentos das pessoas, coloca-nos a todos em baixo, mas ao mesmo tempo podemos aprender muito ao tentar ultrapassar os problemas, aliás, é a ultrapassar os problemas que crescemos como pessoas e como cidadãos, é a aprender lições de vida que estes casos nos transmitem. Por isso, só penso em viver todos os dias com felicidade, acordar e pensar: "Mais um dia", mas não é um dia qualquer, é mais um dia na minha vida, podendo ser longa ou curta, só o futuro o dirá, mas não me importa, apenas me interessa aproveitar ao máximo, enquanto tenho uma vida feliz, dentro dos possíveis.
Aproveita a vida ao máximo, não desperdices um minuto que seja ... isto todos dizem, seja sentido ou não, é sempre a mesma lenga lenga, chegando mesmo a já não fazer qualquer efeito na pessoa que o ouve, mas eu tenho outra filosofia : "Aproveita a felicidade, ultrapassa a infelicidade, tirá o máximo partido dos bons momentos da vida e ultrapassa os maus o mais rápido que conseguires, não desperdices tempo, a vida é demasiado valiosa e, a qualquer momento, por qualquer motivo, o teu coração poder ser invadido de infelicidade, e digo-te, nessa altura não vais ter ânimo para fazeres o que adorarias fazer. Aproveita agora, enquanto te sentes feliz, enquanto tens força, enquanto tens vida, senão mais tarde podes-te arrepender".

1 comment:

prof said...

Filipe, estive a apreciar com mais atenção o teu blog e gostei de ler o que escreveste e espero que sejas sempre feliz. Das tuas músicas preferidas, gostei de "sum 41" e do outro nem por isso.